As 5 maiores ameaças à sua segurança na internet

Spread the love

Internet Security System

Muitas pessoas acham que estão em total segurança na internet, o que bem sabemos que não é verdade. Tendo em vista que existem sites de conteúdo suspeito e hackers prontos para invadir o seu computador.

Além disso, outro dos grandes riscos está relacionado com a integridade da sua máquina, o que faz com que você possa ter prejuízos. Isso, sem falar na ameaça à invasão de sua privacidade, que também é um problema.

Enfim, existem inúmeras ameaças na rede e você precisa estar preparado para todas elas. A melhor solução é a prevenção e, claro, ter à sua disposição um bom antivírus, que bloqueie pelo menos grande parte dos problemas que você pode vir a ter.

Por isso, separamos para você neste artigo as 5 maiores ameaças à sua segurança na internet. Por isso fique atento a esses perigos e se previna de cada um deles da maneira correta.

  1. Segurança na internet das Coisas

A chamada “internet das coisas” tem como objetivo principal conectar tudo em sua casa. Basta perceber que não apenas o seu computador, mas TVs, celulares, tablets e inúmeros outros objetos hoje, têm conexão WiFi.

Todos esses eletrodomésticos e eletrônicos podem ser afetados de alguma forma se, na pior das hipóteses, você tiver o seu sistema invadido.

Assim sendo, se o criminoso tiver acesso a essas informações e objetos, ele poderá ter acesso a boa parte de sua vida.

Assim, é cada vez maior a necessidade de se manter protegido, uma vez que estamos, cada vez mais, conectados. Imagine, então, se sua casa possui um sistema de segurança conectado à sua rede.

  1. DDoS

 Ataques distribuídos de negação de serviço podem ter grandes efeitos colaterais, como paralisar operações online. O Distributed Denial of Service, ou DDoS, independem de ter como seus principais alvos servidores de DNS ou de aplicativos.

Embora já estejam presentes na internet há anos, esse tipo de ataque tem se intensificado e se sofisticado, fazendo com que a segurança na internet seja posta em cheque.

  1. Redes Sociais

 A maior parte dos malwares está distribuída entre as redes sociais que têm crescido muito em popularidade – com tendência para aumentos progressivos.

Essa informação é salientada pelo diretor de marketing de uma das empresas de segurança digital mais conhecidas e respeitadas do mundo, a Kaspersky Lab.

Mark Bermigham afirma que os atacantes continuam a desenvolver técnicas cada vez mais eficazes na hora de explorar as redes sociais.

Uma das maiores preocupações dessas empresas reside no fato de que perfis empresariais possam ser invadidos. Iniciando, assim, seus objetivos, que é o de distribuírem malwares e roubarem dados de clientes.

  1. Dispositivos móveis

 Embora ainda não tenha ocorrido um grande ataque em massa aos usuários de smartphones e tablets, isso não quer dizer que há necessidade de baixar a guarda.

É apenas uma questão de tempo para que esse tipo de ataque ocorra, por isso, mesmo que você não utilize senhas de bancos ou outros dados em seu celular, é importante se precaver.

Basta pensarmos que a maioria das pessoas, hoje em dia, realiza boa parte de suas transações a partir de dispositivos móveis.

Um ataque deste tipo, em larga escala, poderia causar sérios prejuízos.

  1. Ataques a terceiros

Silhouette of a hacker isloated on black

O cibercrime pode ocorrer de diferentes maneiras. Tomar o caminho mais curto e menos resistente pode ser a melhor forma de chegar aos seus objetivos finais.

Por exemplo, os atacantes podem conseguir facilmente as credenciais de redes válidas de provedores confiáveis e as utilizar para práticas maliciosas.

Por isso, é importante considerar quem tem autorização para acessar suas informações. Além de saber se as entidades ou usuários têm medidas de segurança adequadas.

Para que isso ocorra, a melhor solução manter seu hardware e software sempre em constante atualização e empregar meios de segurança mais eficazes.

E, para finalizar, uma dica extra para a sua segurança na internet é ter o bom senso de atentar-se aos detalhes, principalmente se estiver utilizando redes públicas.